Training indigenous teachers in the Amazon region in Brazil (Acre State)

Main Article Content

Rosely Aparecida Liguori Imbernon
Joana Torres
http://orcid.org/0000-0002-0399-0922
Clara Vasconcelos
http://orcid.org/0000-0002-4524-9788

Abstract

The indigenous education in Brazil incorporates important elements of the United Nations Declaration on the Rights of Indigenous Peoples, adopted by the United Nations. The social and cultural organization of Brazilian indigenous peoples is reflected in rights struggles, and in the indigenous school. In Acre, intercultural curriculum in the training of indigenous teachers precedes public policies for indigenous education in Brazil. The present study relates to an Indigenous Teachers Training Course, which is developed by the Indigenous Education Coordination of the State Education Department and that took place in Acre. The cultural and linguistic complexity that involves the formation of indigenous teachers was an element in the teacher's pedagogic practice applied in the debates in the classroom over the course.

Downloads

Download data is not yet available.

Article Details

How to Cite
Liguori Imbernon, R. A., Torres, J., & Vasconcelos, C. (2016). Training indigenous teachers in the Amazon region in Brazil (Acre State). Contemporary Educational Researches Journal, 6(3), 77-87. https://doi.org/10.18844/cerj.v6i3.721
Section
Articles

References

Caplaca, M. V. (1995). O debate sobre a educação indígena no Brasil (1975-1995). São Paulo: MEC/MARI-USP.

D’Angelis, W.R. (2000, July). Educação diferenciada: o projeto colonialista da etno-escola. Ou: duas palavras sobre Paulo Freire, educação libertadora e autonomia. Paper presented at III Conferência de Pesquisa Sócio-Cultural, Campinas, São Paulo. Available in: www.fae.unicamp.br/br2000/trabs/1460.doc, (03/08/2010, 9h32 min).

Ferreira, M. K. L. (1992). Da origem dos homens a conquista da escrita: um estudo sobre os povos indígenas e educação escolar no Brasil. (Unpublished master’s thesis). Faculdade de Educação – USP, São Paulo.

Ferreira, M. K. L. (2001). A educação escolar indígena: um diagnóstico crítico da situação no Brasil. In A. L. Silva & M. K. L. Ferreira, M (Org.), Antropologia, história e educação: a questão indígena e a escola (pp. 71-11). São Paulo: Global/FAPESP/MARI-USP.

Forquin , J. C. (1993). Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas.

Imbernon, R. A. L. (2012). Leis e Direitos da Terra: a percepção de alunos docentes indígenas sobre o uso e ocupação do solo. (Tese de Livre Docência). Escola de Artes, Ciências e Humanidades –EACH/USP, São Paulo.

Martini, A., & Jaminawa, J. R. I. (2010). Ambiência Jaminawa: Diálogos em pesquisa. Revista de Estudos Universitários, Sorocaba, 36 (3), 155-180. Available in: http://periodicos.uniso.br/ojs/index.php?journal=reu&page=article&op=view&path%5B%5D=505

Ministério da Educação e Desporto - MEC (1993). Diretrizes nacionais para a educação escolar indígena. Brasil, Brasília.

Ministério da Educação e Desporto - MEC. (1998). Referencial curricular nacional para as escolas indígenas. Brasil, Brasília.

Ministério da Educação e Desporto - MEC. (1999). Documento técnico preliminar para a formação de professores. Brasil, Brasília.

Monte, N. L. (2000). Os outros, quem somos? Formação de professores indígenas e identidades interculturais. Cadernos de Pesquisa, 3, 7-29. Available in: http://publicacoes.fcc.org.br/ojs/index.php/cp/article/view/626

Nações Unidas. (2008). Declaração das Nações Unidas sobre os Povos Indígenas. Centro de Informação das Nações Unidas / United Nations Information Centre-Rio de Janeiro. UNIC/ Rio/ 023: Nações Unidas. Available in: http://www.un.org/esa/socdev/unpfii/documents/DRIPS_pt.pdf

Neves, M. V. (2002). História Nativa do Acre. In Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM), História indígena da Amazônia Ocidental (pp. 10-16). Rio Branco-Acre: Fundação Elias Mansour.

Ôchoa, M. L. P., Iglesias, M. P., and Teixeira, G. A. (Org.) (2003). Índios no Acre – História e Organização. Comissão Pró-Índio do Acre.

Silva, R. H. D. (1999). A autonomia como valor e articulação de possibilidades: O movimento dos professores indígenas do Amazonas, de Roraima e do Acre e a construção de uma política de educação escolar indígena. Cadernos CEDES, ano XIX, 49, 62-75. Available in: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-32621999000200006

Silva, R. H. D. (2000). Movimentos indígenas no Brasil e a questão educativa. Revista Brasileira de Educação, 13, 95-112. Available in: http://anped.tempsite.ws/novo_portal/rbe/rbedigital/RBDE13/RBDE13_07_ROSA_HELENA_DIAS_DA_SILVA.pdf

Vinnya, A. L. O., Teixeira, M. L. P., and Gleyson, A. (Org.) (2007). Costumes e tradições do povo Yawanawá. Belo Horizonte: FALE/UFMG: SECAD/MEC.